Monday, October 1, 2007

Em defesa da Universidade: o surgimento das pseudo-universidades em Moçambique


Introdução [1]

Acho que foi o Jornalista Machado da Graça quem escreveu um livro de crónicas e pôs-lhe o título: “Até ficar rouco”! Bom, o que quero dizer é que vou voltar a escrever sobre a Universidade Pedagógica (UP), até ficar rouco? - não, com cálos nos dedos! Universidade? Está é a pergunta que originou esta reflexão. Quero questionar o seu estatuto. E a partir dela, tomada como exemplo, a de outras. Quer dizer, não o seu estatuto jurídico. Claro. Esse foi lhe consagrado com garantias legais. Mas a lei é suficiente para fazer de uma universidade, universidade? Como disse não me interessa discutir este assunto numa perspectiva jurídico-legal. Quando falo em estatuto é de um outro estatuto que me estou a referir, não o legal. Vão perceber, espero, ao longo da minha explanação. Aproveito, desde já, despedir-me dos que tem fobia a textos longos. Este vai ser um deles. Mesmo, assim, gostava de sugerí-los que desistissem de ler na última linha. Um outra nota prévia. É para os estudantes, principalmente, mas também para os docentes e demais funcionários da UP e suas congéneres. Não há nada, de pessoal, contra essas instituições no que vou dizer. Procuro, simplesmente, a luz da minha profissão fazer de vós e da instituição que produzem com as vossas acções meus sujeitos de reflexão.

Uma alude de instituições, agências, corporações e outras formas de negócio onde o produto principal é a educação ou melhor o negócio de credencias académicas estão a designar-se de universidades. Para variar, algumas ao invés de universidade usam termos como instituto superior, instituto superior politécnico e por aí em diante depedendo da criatividade, mas querem pura e simplesmente dizer a mesma coisa: universidade. Seus clientes – é isso mesmo, clientes – alunos dizem de boca cheia: - vou ou venho da faculdade! Faculdade? É isso, essas instituições auto nomeiam-se universidades. Basta!

É tempo de chamar as coisas pelos seus próprios nomes. É importante para essas instituições e principalmente para seus estudantes saberem que as credencias que recebem delas são apenas credencias e não qualificações. Uma credencial pode dizer-nos algo sobre as qualificações de um indivíduo, mas a credêncial não garante essa qualificação. As pseudo-universidades de que vou falar neste artigo são instituições espcializadas no negócio de credenciais, sem nenhuma garantia de qualificação porque esse não é seu negócio. Para consolo da UP, instituição pública, esta referência é abrangente para outras instituições, principalmente as privadas, incluído A Politécnica, hoje considerada em alguns círculos a melhor do País. Essas instituições oferecem cursos em pacotes, “avulso”, designam-nos de cursos de extensão ou outros nomes “bazarketicamente” exóticos. Licenciatura em Gestão e Administração de Empresas, Curso de Desenvolvimento Agrário, na província x, y ou z, Curso Superior de Secretariado, Curso de Informática e Gestão e a criatividade nos nomes vai por ai em diante ao gosto do ‘mercado Macdonalizada’ do ensino superior.

Todos esses exemplos, aludem principalmente à instituições que estão a procura de lucro acima de tudo. Lucro, lucro e Lucro! É a razão da sua existência. Algumas delas tem como proprietários empresários, ou corporações com accionistas, sociedades anónimas de ir-responsabilidade i-limitada. A todas essas instituições vou designá-las aqui de pseudo-universidades. Reparem, porém, que a questão não reside no facto de serem instituições que buscam acima de tudo o lucro. Esse aspecto, da distinção entre lucrativas e não lucrativas, privadas e públicas, não é o essencial, nem vem necessariamente ao caso. Devo frisar, aqui, que não se trata de uma defesa da universidade pública, mas da universidade. Podem existir pseudo-universidades públicas assim como universidades prívadas. O novo reitor da UP esta tentar trazer a instituição voltar a merecer o nome que já ostenta. Universidade. Recordo-me de memória o seu slogan quando assumiu o posto: trazer os estudantes a academia, depois devolver a academia a universidade.

As pseudo-universidades não são universidades. Podem até oferecer cursos valiosos nas mais diferentes áreas atractivas para os consumidores ou seus clientes sedentos de ter uma credencial, um diploma que lhe confere estatuto e certo prestígio. Doutor! Nada mais do que isso. Podem até, e algumas fazem isso, dar “aulas”, ter docentes, muitos deles emprestados das Universidades, a part-time (tempo parcial), oferecer cursos a distância, ou uma combinação de técnicas, hoje com a Internet então, para fazer seu produto chegar ao consumidor lá onde ele se encontra. Podem até ter instrutores “bem” qualificados, alguns PhDjidados, contudo esses quase nunca estão lá a tempo inteiro. Podem, portanto, ter tudo isso, mas não são universidades e assim não devem ser chamadas ou confundidas. [ Cont.]

14 comments:

ilídio macia said...
This comment has been removed by the author.
ilídio macia said...

E a UEM, caro Patrício, onde é que se enquadra?

Patricio Langa said...

O texto continua Ilídio.

ilídio macia said...
This comment has been removed by the author.
ilídio macia said...

Ok.

Elton B said...

Tenho repetido sempre para os meus estudantes do curso de Sociologia que, uma coisa é ter diploma de sociologia, outra coisa é ser sociólogo.

Anonymous said...

aguardamos pela continuacao do texto. Vamos comentar. Sergio Vip

Anonymous said...

Baby como 'e teu apanagio acho que foste bastante agressivo, contudo nao percebi a essencia do que realmente querias dizer (talvez porque nao tenhas acabado de escrever o texto, aguardo!), acho que faltou algo.

Em momento algum mencionaste a UEM porque sera? Por seres filho da Casa? Ou sera que 'e a unica que merece ostentar o titulo de "Universidade"?

Aguardo a parte II.

Honey Baby

freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Anonymous said...

Hey! My name is David Burnett . pay day loan

Anonymous said...

Buona Sera! My name is Dwayne Mcclain . 310loan

Anonymous said...

Aloha! Andrew Boyette . payday loans

Anonymous said...

toronto bad credit loans This website is the most efficient I enjoyed it very much
AAA Toronto Payday Loans 1172 Bay St #101, Toronto, ON M5S 2B4 (416) 477-2817

Anonymous said...

oi adorei imenso o teu espaço Online!
tas a elaborar um muito bom trabalho, existe sempre tanto que avaliar nos websites!
tambem tenho um blogue de Fazer Dinheiro online a borla, comparece la, e escreve como eu fiz aqui a tua opiniao em http://www.makingmoneyonline666.blogspot.com/
Na minha opiniao no teu espaço online so deverias ter uma tool de traducao. Irei ser o mais participante na tua comunidade!
cumps