Wednesday, July 25, 2007

O facto de não implica que![2].

Conforme prometi, aqui está o editorial do Magazine Independente de hoje. Um Editorial para desabafar! Tem toda as razões para que assim seja! No entanto, para perceber efectivamente as causas e não apenas os efeitos do crime na nossa capital precisaremos de um senso crítico mais apurado. Se os bandidos matam por um celular, porque não assaltariam um jornal por um computador? Está é apenas uma de muitas perguntas que nos podíamos começar a colocar.
Isso seria para evitar conclusões e apressadas e forçadas que não derivam da fidedignidade das premissas. Conclusões do tipo “ só pode ser ...”; “não há fumo sem fogo”; "querem nos silenciar" e por ai em diante. Acusações de feitiçaria como diria e bem Elísio Macamo.
É preciso, julgo eu, ir para além da dedução e da indução. Um verdadeiro exercício de abdução e adução criminal (no contexto de investigação policial) seria preciso para eliminarmos as hipóteses menos prováveis e irmos ficando com as mais plausíveis.