Wednesday, July 18, 2007

Outras Formas de Pobreza Absoluta [2].

Quando pego num jornal para ler, por exemplo, um artigo normalmente e de forma quase automática coloco-me normalmente as seguintes questões:
1) De que trata o artigo? O título já me ajuda a ter uma ideia disso. Um “bom” título, além de atrair o leitor mais desatento e desinteressado, já nos dá uma ideia do vamos ganhar lendo artigo.
2) Ganhar? Ganhar sim. Ai está outra questão que, normalmente, me coloco. Ao ler o artigo sugerido pelo título existe possibilidade de sair sabendo algo para além do que já sabia? Vou sair de uma situação x para outra y em termos de adquirir novos conhecimentos e questionar conhecimento prévio ou até desconhecimento? Esta postura conduz-me inevitavelmente ao próximo ponto.
3) O fim da leitura de um artigo não ocorre no fim do artigo. Já me explico. O fim da leitura ocorre com a pergunta que coloco sobre o que aprendi de novo. O assunto do artigo que li é de alguma relevância politica, económica, cultural, cientifica etc. O assunto é de interesse público? Porque? O que o torna como tal? Enfim, estas são algumas questões (habituais e por isso nem sempre reflectidas) que ocorrem no acto de leitura.
Releiam, por favor, o artigo acima na pena do jornalista - jornalista?, Samito Nuvunga fazendo esse questionamento.
Pessoalmente li o artigo atraído pelo título. “Um dia com a filha de Robert Mugabe”. Pela a actualidade que a questão do Zimbabwé representa para o interesse público nacional e internacional achei que poderia existir algo interessante. Filha de Mugabe! Pensei. Deve ter uma leitura mais privada de um assunto público. Fui enganado, pelo título! O texto não aborda quase nada sobre a situação política daquele país. Infelizmente os enganos não param por ai. Todo o artigo pareceu-me um engano, um texto impertinente para um jornal com o perfil do Magazine Independente.
a) Qual é a relevância deste texto para o interesse público?
b) Qual é a pertinência – mesmo que fosse de laser pela leitura – deste texto?
c) O que é que o texto nos informa e/ou ensina?
d) Diz-se um texto de opinião. Opina sobre o quê? Sobre que assunto? Enfim, chega de perguntas.
A única coisa e ainda por cima irrelevante que este texto nos conta só diz respeito ao seu autor, nomeadamente suas redes sociais e de amizade e de possivel reacionamento como insinua o texto todo. Conheci a filha do Bob, que foi convidada dos Mondlanes para
Nwajahane, que viajou no meu carro onde levou o presente do Presidente, deu me seu cartão etc, etc. Qual é o interesse, público, disto? Como é que um Jornal que se presa se presta ao papel de publicar este tipo de textos? De duas uma, ou o jornal está com crise de colaboradores ou os donos e editores do Magazine fazem parte das redes sociais e de amizade do autor do artigo que nem sequer fazem uma selecção prévia dos artigos em função de sua linha editorial. Não estou a sugerir que se faça censura, estou a dizer que não se devia publicar num Jornal com um perfil do Magazine artigos que deviam ir para a revistas como a portuguesa "Maria” ou as nossas "TVZine" ou "FAMA Magazine".

Jornalismo assim, é outra forma de POBREZA, ABSOLUTA!

5 comments:

bayano valy said...

Caro Patrício, tenho estado a reflectir sobre um fenómeno a que chamo de Cama do Singue. Já me explico: na lingua da minha mãe, que é de Catuane, "singue" é macaco no sentido de idiota, imitador, maluco, etc... A cama do singue caracteriza-se por imitações crassas, egocentrismo exagerado, etc... Os músicos são exímios nisso. Agora, que jornalistas também participassem? Isso também me remete ao fenómeno de jornalista-celebridade. Pensei que estivéssemos longe disso.
Um abraço

Anonymous said...

Caro Patricio,

Por favor, melhore a colocação do artigo, ta difícil lê-lo.
Claro, se conseguires o melhorar.

Aquele abraço

Patricio Langa said...

Caros Bayano!
Nem sei se se pode chamar a isto Jornalismo!
Abraço

Patricio Langa said...

Caro anónimo.
Obrigado pelo alerta.
Vou ver o que posso fazer.
Abraço

freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,